Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio

Nova Era

Posted by sindicatodosjornalistas em janeiro 4, 2013

*Continentino Porto

  Os prefeitos empossados, entre eles Rodrigo Neves (PT) e Eduardo Paes (PMDB), prometeram um “choque de gestão” para tentar reverter à situação financeira dos dois municípios. Caberão a Rodrigo as negociações políticas junto a União e                 ao governador Sérgio Cabral. Isso significa, na verdade, que o gerenciamento da prefeitura ficará a cargo do vice-prefeito Axel Grael.

  Rodrigo, de fato, rompeu aquela velha medida que era adotada pelos tradicionais chefes dos executivos municipais, vivendo e administrando uma decadência econômica, com os governantes (estadual e municipal) brigando com a União.

  Em seu discurso, Rodrigo Neves lembra que conta com a parceria do governador Sérgio Cabral e da presidente Dilma Rousseff, pois ambos defendem uma aliança para devolver a qualidade de vida de Niterói.

  A defesa da unidade entre os governos, uma intransigência do governo petista, não fica só devendo a uma unidade de visão e promessas.

  A administração exige que Rodrigo adote um processo não com as políticas que eram impostas no passado, que sempre envolviam concessões, acordos políticos, conchavos com os partidos nanicos- alguns até alugando sua legenda) nomeação de apadrinhados de vereadores, pessoas para cargos de confianças, técnicos, sem habilitação. Acreditamos que não são medidas que possam receber o aval do novo prefeito.

  Existe nesse fato algo tranqüilizador e que não traz nenhuma preocupação: Axel Grael, como novo gerente da administração municipal, será importante para a superação dos problemas herdados, principalmente da dívida de cerca de 600 milhões de reais.

  Ele começou a tomar medidas certas, emergenciais, como a extinção de 1.700 cargos em comissão, redução de 59 para 26 o número de secretarias e autarquias, revogação do aumento das passagens de ônibus concedido pela administração anterior, revisão dos contratos da Clin e da Emusa.

  Rodrigo procurou mesclar o seu secretariado, valorizando a idade e sua sabedoria. A diferença interna do PT, que sempre existiu, não vai frustrar o gerenciamento de Grael.

  Isso, sem dúvida, inicia uma era auspiciosa para 2013.

  Mas essa era auspiciosa só estará completa quando Rodrigo diagnosticar na Comunicação Social da prefeitura, que existe um processo de terceirização que tem de ser extinto, pois entregamos ao vice-prefeito Axel Grael, quando ele representou Rodrigo no encontro que teve com a diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro e recebeu a Carta Compromisso, cujo um dos itens era extinguir o quadro de terceirizados na Comunicação e criar a Secretaria de Comunicação Social.

  Seria necessário, no momento, ao reconhecer que ele vive momentos de dificuldades, criasse a subsecretaria de Comunicação Social, pois como está, vamos continuar com a má qualidade de serviços públicos de comunicação.

  Não aceitamos que a Comunicação Social da prefeitura seja terceirizada, comandada por uma agência de publicidade- cujo contrato foi renovado às vésperas da posse.

  Rodrigo não precisa se preocupar com a competência dos profissionais que estão hoje ao seu lado. São excelentes jornalistas como Flávio Pessoa, Márcia e Renato Homem. E isso será um começo auspicioso na Comunicação Social 

* Continentino Porto é presidente do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio

continentino-continentino@ig.com.br

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: