Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio

Tudo pronto para Encontro das Assessorias

Posted by sindicatodosjornalistas em setembro 14, 2011

*Fernando Paulino

Até São Pedro confirmou: “O próximo fim de semana será de tempo bom em Niterói, com boas discussões sobre Assessorias de Comunicação!”. Sendo assim, está tudo pronto para o II Encontro Regional dos Jornalistas em Assessoria de Comunicação Social do Rio de Janeiro-Erejac, a ser realizado neste sábado, dia 17 de setembro, na Câmara Municipal de Niterói.
Serão três mesas de debates: de manhã, Um Olhar Acadêmico sobre as Assessorias de Comunicação, à tarde, As Assessorias Públicas e Privadas e As Assessorias na Rede, na Política e no Movimento Popular, reunindo professores de Comunicação – grandes responsáveis pelo futuro do Jornalismo brasileiro -, assessores que operam na rede (não na Rede dos Marinhos, claro), na área pública (normalmente, com poucos recursos), no setor privado, na política, nos movimentos populares.
Gente que, cada um com sua experiência, é a garantia de uma boa troca de informações, para o bem do Jornalismo, para o bem das Assessorias de Comunicação Social. Há de se destacar também a presença de estudantes de Comunicação, que sempre trazem boas ideias.
O almoço será num restaurante da Rua da Conceição, a poucos metros da Câmara Municipal. Aliás, a Conceição é uma das artérias mais antigas do Município: a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, por exemplo, é uma construção iniciada em 1663.
O melhor é que todo mundo almoce junto – até porque o custo está incluído na taxa de inscrição. Mas quem quiser pode dar uma esticada até o Mercado de Peixes de São Pedro, que tem vários boxes servindo peixe da melhor qualidade que você escolhe na hora, para fazer na sua frente. O mercado também fica perto da Câmara e dá até pra ir a pé. Não esqueça, porém, que às 14h30 recomeçam os debates.
Lá pras 18h, deverá ser realizada a Plenária Final do Encontro, que é o ponto alto do Erejac, pois é neste momento que serão tiradas as deliberações do evento – quais são as reivindicações básicas dos jornalistas que trabalham em Assessorias de Comunicação no Estado do Rio de Janeiro, quais as propostas que serão encaminhadas ao Encontro Nacional, marcado para outubro próximo, em Natal, Rio Grande do Norte?
Para encerrar o II Erejac, haverá um ligeiro giro pela orla da cidade: ônibus estarão à disposição dos participantes para um passeio saindo da Câmara, pegando o Caminho Niemeyer, passando pela Estação das Barcas, São Domingos (atual pólo gastronômico e onde se hospedava a Família Real, no século XIX), Gragoatá (onde tem o forte do mesmo nome), Boa Viagem (cuja ilha sinalizava os navegantes dos séculos dos períodos colonial e imperial), Praia das Flexas (onde estão as Pedras de Itapuca e do Índio), Icaraí, Estrada Fróes (que concentra clubes náuticos) e São Francisco (que era conhecido como Saco de São Francisco, por ser um acidente geográfico, mas, com o passar do tempo, cortaram o saco do santo…). Haverá, enfim, uma confraternização no restaurante Academia de Niterói, no calçadão de São Francisco.
No sábado, 17, haverá duas outras boas programações paralelas na cidade: a Festa da Música de Niterói – que reunirá cerca de 600 músicos espalhados em 13 pontos do Município, inclusive Estação das Barcas e São Francisco – e, na Associação dos Centros Integrados de Assistência à Criança-Aciac, que fica perto da Ponte Rio-Niterói, acontece, o dia todo, uma Oficina Informal (Informática, Meio Ambiente e Software Livre), uma parceria da Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia, Universidade Federal Fluminense e ACIAC. 
O domingo, dia 18, será livre, em termos. Quem ficar hospedado na Andef, localizada em Rio do Ouro, em Pendotiba – região considerada o pulmão verde de Niterói -. poderá, por exemplo, fazer um churrasco por lá ou decidir com os outros participantes do Encontro o que fazer nas terras de Araribóia, cuja tribo – os temiminós – teve atuação destacada na expulsão dos franceses, isso no século XVI, da Baía de Guanabara. Em retribuição, ganharam dos portugueses as terras que se tornaram Aldeia de São Lourenço dos Índios, depois Província Real e hoje Niterói.
 *Jornalista, integrante da Comissão Organizadora

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: